Já pensou chegar em casa depois de um dia tenso e poder descansar no seu jardim privativo? Parece privilégio de poucos, não? Mas não é. Sua sacada é o melhor espaço para você ter um cantinho verde no seu apê, e, nesse artigo, vamos te ensinar a como fazer isso. 

Lenise Formariz, uma das responsáveis pela Terra e Cor Flores e Jardim, loja focada na floricultura e paisagismo em Passo Fundo, é a responsável por criar ambientes aconchegantes e cheios de vida por meio de plantas e flores das mais diversas espécies.

Terra e Cor é uma loja especializada em paisagismo. Foto: Arquivo Pessoal

Por que ter plantas em casa?

Para ela, ter plantas em casa é uma forma de reconexão com a natureza. (Re)conexão, destaca ela, pelo motivo do ser humano ter se desconectado do plano natural ao migrar para os grandes centros urbanos. “As plantas sempre fizeram parte da vida do homem: elas nos fornecem chás, muitas são utilizadas como base para medicamentos e também alimentos. Elas purificam e refrescam o ar, além de embelezarem o ambiente.”, afirma Lenise. “Ao longo do tempo, à medida que passamos a morar nas grandes cidades, em apartamentos especialmente, fomos nos distanciando dos jardins, das hortas caseiras, de cultivar o chá fresco…Ter plantas permite essa (re)conexão com a natureza em amplo sentido, além de ser terapêutico”.

Um jardim privativo dentro do apartamento

Para aqueles que moram em apartamentos, o convívio com plantas se torna ainda mais essencial, visto que o acesso aos parques e áreas verdes se torna menos frequente. É bastante comum vermos condomínios com jardim de uso comum ou áreas verdes ao redor dos empreendimentos; no entanto, vale a pena investir no cuidado com o seu cantinho.

Segundo a paisagista, o morador deve tomar alguns cuidados antes de posicionar as plantinhas na sacada: a influência do sol e do vento se tornam essenciais para o desenvolvimento da cultivar. Que horas o sol bate no ambiente? Por quanto tempo ele fica intenso? Venta muito ou quase nada? Por isso é importante que você conheça o sol da sua casa, podendo ser mais assertivo na hora de adquirir plantas que darão super bem no ambiente. 

E nas sacadas pequenas?

Para aqueles com sacadas pouco iluminadas, principalmente em andares contrários à posição solar, vale investir em plantas de meia sombra: pacovás, lírio da paz, marantas, zamioculca e pleomele. Elas se adaptam muito bem à falta de luz solar e ainda conseguem resistir bastante.

Já para aqueles que possuem uma sacada pequena em seus apartamentos, é uma boa solução optar por “jardins verticais”, geralmente com os vasos de plantas fixados em cordas ou tábuas de madeira na horizontal. Columeias, samambaias, hederas e jiboias se dão muito bem quando ficam suspensas, especialmente para aqueles que procuram otimizar espaço. 

Elas merecem carinho e atenção

Lenise também nos lembra a importância de cuidar bem das plantas. Para quem quer embelezar o ambiente e torná-lo mais agradável com as plantinhas, é preciso dedicação. “As plantas que citei aqui não são de difícil manutenção. Elas demandam água duas vezes por semana, em média. Mas, como qualquer ser vivo, plantinhas demandam carinho, cuidado e amor!”.