Ainda em fase de consolidação, os imóveis de alto padrão são inseridos no cenário de Passo Fundo. Alguns fatores incluem casas e apartamentos neste conceito e dão forma ao que é classificado como luxo.

Localização, projeto, infraestrutura e acabamentos: essas são caracterizações dos imóveis elencados na categoria de alto padrão. O preço das casas e condomínios, ao contrário do que parece, não corresponde ao parâmetro fundamental, uma vez que imóveis valorizados dependem do aproveitamento de cada espaço e das vantagens que acrescentam no dia a dia dos moradores Em Passo Fundo, imóveis de luxo ainda estão em fase de consolidação, por conta do valor e da velocidade das vendas. No entanto, conforme define o Diretor Geral da Bortolini Imóveis, Ricardo Bortolini, é possível visualizar uma expansão deles. “Antigamente, os imóveis de alto padrão tinham de ser no Centro ou em frente a algumas praças. Agora, vemos o mercado se movimentar para locais que gerem mais qualidade de ocupação em terrenos maiores”, destaca. O cenário de alto padrão é desenhado principalmente em bairros calmos, arborizados e com ruas tranquilas. De acordo com Ricardo, hoje, as localidades mais avaliadas para edificações de luxo são os bairros Vergueiro, a Vila Fátima, o Bosque Lucas Araújo, os arredores da Praça Santa Teresinha e Praça Tamandaré, bem como a região central da cidade.

O QUE OS MORADORES BUSCAM

A localização é um dos principais focos que delimitam a escolha de quem busca um imóvel de alto padrão. Depois dela, vêm o projeto, a infraestrutura e todos os detalhes de cada espaço. Aqui, não se estima apenas a harmonia dos ambientes: os imóveis que recebem mais conceituação são aqueles que também primam pela qualidade de vida. Segundo o arquiteto e urbanista Mario Sperry, a vista que um imóvel possui tem um grande peso. “Imóveis que tenham uma vista privilegiada a partir da altura, cujos moradores possam desfrutar de um belo skyline da cidade, do nascer ou do pôr do sol, do anoitecer e as fases de escurecimento e do acender das luzes são bem valorizados”, avalia. Os projetos, em geral, contam com ambientes amplos e criatividade para um melhor aproveitamento de cada espaço. A exclusividade é mais um somativo: de acordo com a arquiteta Carla Almeida, os imóveis projetados por arquitetos renomados são buscados principalmente pelo realce a cada metro quadrado. “Nessas obras de alto padrão, o cliente é aquele que costuma viajar e que acaba conhecendo um padrão de qualidade superior pelo mundo, que quer traze-lo para dentro de sua casa. Os acabamentos são de qualidade superior e de marcas de grife, o que evita futuras reformas”, comenta. A arquiteta explana que a palavra luxo é descrita sob várias perspectivas, que dependem do olhar de cada pessoa. No entanto, afirma que não há discordância quando se associa o luxo ao uso de bons materiais. O granito, o porcelanato de grandes dimensões, a pele de vidro e as pastilhas cerâmicas, por exemplo, ao mesmo tempo que levam elegância, têm durabilidade. “O que todas as pessoas buscam numa casa é beleza e estilo. Mas é claro que, com o crescimento da renda, conseguimos colocar materiais de primeira linha, que podem melhor caracterizar o luxo e conforto que as pessoas buscam para dentro de seus lares”, argumenta.

PRATICIDADE

Há outros fatores ligados a imóveis de luxo e que são vislumbrados pelos moradores. As opções de entretenimento, os serviços disponíveis e a segurança também compõem a lista de itens avaliados pelos compradores. No caso de condomínios, entre os serviços buscados estão áreas de lazer, espaço gourmet, academias de ginástica, quadras poliesportivas, salas de reuniões, elevadores privativos, saunas, SPA e áreas abertas que possibilitam experiências como caminhadas e corridas. Segundo o arquiteto Mario Sperry, as áreas de uso comum são preponderantes na escolha das famílias. “Os imóveis de alto padrão costumam disponibilizar um pavimento inteiro de atividades de uso comum, com uma área aberta que possibilite experiências multissensoriais a partir de elementos naturais como água, pedra, fogo, árvores, vegetação e madeira”, destaca. Quanto ao que é oferecido em cada apartamento ou casa, as empresas que atuam no desenvolvimento desses empreendimentos devem estar atentas à inovação e à contemporaneidade. “É fundamental que o cliente possa optar por todos os tipos de equipamentos que aliam conforto, como sistemas de aquecimento central, grupo gerador, lareiras, churrasqueiras”, menciona Mario. Os imóveis mais valorizados são projetados, desde a planta, para que seus moradores tenham segurança. Assim, eles possuem soluções eficazes, como portas mais resistentes e guaritas, a partir das quais é controlada a circulação de pessoas no local. A tecnologia também é uma aliada, permitindo, por exemplo, o cercamento elétrico e a inseção de câmeras em locais estratégicos. Falando em tecnologia, além de segurança, ela favorece a praticidade que as famílias que vivem nos imóveis de alto padrão têm para a realização de tarefas cotidianas. Neles, são oferecidos elementos como controle de luz, fechamento e abertura automática de persianas e portas, preenchimento de banheiras com água na temperatura ideal e/ou desejada. Muitos desses serviços podem ser acionados com o intermédio de aplicativos instalados em smartphones.