Home Staging

É moda, mas dá resultado. Utilizar técnicas de “home staging” para melhorar a aparência de um imóvel à venda é amplamente difundido em mercados como nos Estados Unidos e Europa. Por lá, quem precisa vender um imóvel já sabe que, quanto melhor for a aparência, mais vai fazer brilhar os olhos dos compradores. Então, se quer vender um imóvel, este conteúdo foi feito pra você.

Uma pesquisa da NARS-National Association of Realtors, feita nos Estados Unidos, diz que o tempo de venda é 50% mais rápido após o home staging. A valorização do imóvel pode chegar até 15% do valor real.

O apelo desta técnica é totalmente comercial e procura “despersonalizar” o imóvel e torná-lo atrativo para os futuros compradores ou inquilinos. O objetivo é tirar da vista objetos pessoais que possam gerar alguma implicância por parte dos potenciais investidores ou rechear com estilo ambientes vazios. Há casos em que uma pintura se faz necessária para esconder cores berrantes ou partes encardidas e descascadas.

A linha de trabalho de um profissional de home staging consiste em garantir neutralidade em cada espaço; Agregar valor, para alcançar o melhor preço na negociação;  Tirar e transformar tudo o que atrapalha a negociação;  Influenciar e direcionar o foco dos prováveis compradores para o que o imóvel tem de melhor.

É comum vermos por ai quem queira vender um imóvel com certa urgência, mas que não se preocupa nem em organizar a casa para mostrar aos potenciais compradores. Isso gera desconforto e minimiza muito a chance de alguém se encantar pelo lugar. Muitos não se dão ao trabalho nem de dar aquela arrumadinha básica como esticar a cama e recolher as roupas jogadas e os objetos espalhados. Por mais bacana que seja a casa ou o apartamento, fica difícil se interessar por qualquer coisa apresentada assim, pelo menos à primeira vista. E como não temos aqui aquela dupla de apresentadores de TV que transforma a casa das pessoas em apenas 10 dias, é melhor que você tome as rédeas do negócio, se quiser que seu imóvel atraia interessados.

Então vamos as dicas:

É preciso oferecer conforto visual e isso se alcança apresentando o imóvel dentro de um padrão de equilíbrio das cores, objetos, plantas e moveis convidativos para a maioria das pessoas. Alguns exemplos são texturas e revestimentos que chamem para ser tocadas ou piso que permita o andar suave e com segurança.

Oferecer uma sensação de espaço ampliado é outra dica e isso se consegue com simples disposições e ampliações de janelas, modificando a pintura de paredes e teto, ou mesmo com a substituição de luminárias.

Espelhos são super bem-vindos para compor o staging em salas de estar. Eles ampliam e iluminam o ambiente quando colocados na posição correta.

Desapareça com objetos de uso pessoal, fotos de família, quadros e desenhos feitos pelas crianças na escola. Para a família tem alto valor, mas para um futuro comprador, pode gerar outra impressão. E além do mais, retirar as fotos da sua família protege a sua privacidade e a de todos da sua casa.

Fique atento aos armários, pois o comprador pode querer dar aquela olhadinha para ver o espaço, e não vai ficar nem um pouco feliz em ver uma montanha de bagunça caindo sobre ele.

Além da iluminação natural você não pode esquecer da Iluminação artificial que dá um clima acolhedor. Lâmpadas brancas conhecidas como frias são duras ao olhar e transmitem zero sensação de conforto. Já as lâmpadas de cor amarela, quentes, dão um ar acolhedor em ambientes, fator importante para imóveis que estão à venda. Colocar abajur em cantos aumenta sensação de espaço. Ah, e durante as visitas acenda as luzes, mesmo durante o dia.

Limpeza e organização são fundamentais e requisitos básicos para quem quer realmente vender um imóvel. Se o corretor agendou uma visita para fotografar seu imóvel, certifique-se que está tudo em ordem para o dia e horário marcados, para que você não perca tempo e anuncie o imóvel da melhor maneira possível.

Uma dica bacana é deixar aquele “cheirinho de bolo” pela casa. Cerca de uns 15 minutos antes do comprador chegar, coloque um bolo no forno para que o cheiro entre em todo o imóvel. Assim, quando ele pensar na sua casa, terá a lembrança de um lar e que foi bem acolhido. Outro ponto é deixar garrafinhas com água e balinhas para o cliente durante a visita.

 

Na Bortolini Imóveis, os corretores são treinados para qualificar os ambientes e auxiliar os proprietários em pequenos detalhes, porém se a melhoria da aparência do imóvel depender de mais tempo, o proprietário precisa se programar e deixar tudo pronto. Lembre-se que as pessoas compram a ideia de visitar um imóvel pelas fotos que podem ver nos sites das imobiliárias ou portais imobiliários de abrangência nacional.  Se gostarem do que viram na internet, aí sim vão agendar uma visita para conhecer o lugar. Caso a aparência do imóvel esteja descuidada nas fotos, imagina o que o cliente pensa sobre como será pessoalmente?

Este é um novo nicho de mercado para arquitetos e decoradores. Então se não se sentir capaz de fazer as melhores escolhas, busque ajuda de um profissional treinado.

 

Fontes:

G1, ZAP em Casa, Viva Decora, Veja São Paulo